AAMF – Uma semana agitada

segunda-feira.

Onze horas da manhã. Enterro da ex-famosa modelo. Pouco luto. Muito pretinho elementar. Meias pretas ao sabor do footing. Cigarros saltitantes. Olhos vermelhos discretos ocultos por negros Dolce & Gabbana. Jasmins e círios ardentes. Sufocante. Ar condicionado da capela não dando conta. Calor de rachar. Alguém soltou que a defunta era uma múmia hollywoodiana. Alguns novatos se atrapalharam com o livro de presença. O champanha estava quente. Rejeitamos os canapés. Um indignado, pelo entrevero dum Pai Nosso, desafiou um ou eu ou o cigarro, ao que a outra respondeu: o cigarro. Pontualidade quase inglesa na hora do sepultamento. Todos estavam presentes. Betinho flertou com um dos rapazes da funerária, mas ele parecia com medo de perder o emprego. Muitas discutiram a possibilidade do vestido da morta ser Chanell. Alguém comentou sobre o exagero do anúncio fúnebre. Um quarto de uma página do jornal. Outro esperava maior discrição para a missa de sétimo dia. Contamos próximo de duzentas e quarenta e oito pessoas. Bem concorrido. Houve retardatários. Escaparam de nossos cálculos. Um sucesso.

Três horas da tarde. Almoço no Clube Inglês. Calor de rachar. Todos estavam presentes. Ninguém deixou de usar branco. Alguns novatos não sabiam muito bem o que fazer com a alcachofra. Betinho flertou com um garçon uruguaio, mas ele estava muito atarefado com os pratos. Chuva torrencial e saraivada de vento sem aviso. Segunda carne do prato principal interrompida. Os toldos brancos sumiram do mapa em fração de segundos. Não houve feridos, só encharcados. Sobremesa, café e licor no Salão Gótico. Permitiu-se cigarros e assemelhados. Um sucesso.

Nove horas da noite. Calor irrespirável. Joguinho de biriba na morada de Alzirinha Pimenta. Todos estavam presentes. Betinho beliscou a coxa dum dos copeiros. O rapaz ficou um pimentão, mas continuou indo e vindo com os copos. Telefonema súbito. Todos debandamos para a piscina de Dora Azevedo. Alzirinha não quis ir. Na saída, Betinho piscou para um dos guardas. Não gostou muito do que ouviu. Um sucesso.

Meia noite. Betinho bebeu tanto que quase morreu afogado na piscina. Alguém o pôs para dormir num dos quartos de hóspede. Por determinação da dona da casa, todos os empregados homens trancaram as portas de seus quartos durante essa noite. Um sucesso.

terça-feira

Dormimos até às quatro da tarde. Dezenove horas. Lançamento da nova coleção de produtos da TAKANOKU do Brasil. Todos estavam presentes. Myriam Diva achou uma gracinha o Sempre Nova, um tipo especial de absorvente que provoca constrição vaginal, oferecendo a sensação de virgindade. Cármen Dora Vargas adorou o Cinderela, creme facial que provoca rejuvenescimento instantâneo, com efeito temporário, garantindo uma noite de beleza e muito prazer. Outras ficaram apenas com o Bronze 24 horas, que oferece uma cor de cobre fabulosa, pelo corpo inteiro, evitando os perigos dos banhos de sol. Os homens apaixonaram-se por Permanência, um gel afrodisíaco que sustenta a ereção por mais de 8 horas ininterruptas. Volume & Extensão também foi um sucesso de vendas, pois aumenta o tamanho peniano, oferecendo a possibilidade de um visual muito atrativo. Recomenda-se o uso de ambos para uma performance adequada. Os mais jovens aderiram ao Sem Sinal, um colírio próprio para os consumidores de marijuana, que evita a vermelhidão da esclerótica, garantindo uma aparência saudável e sem vestígios do uso do estupefaciente. Betinho foi ao banheiro e experimentou o Sempre Nova, mas os efeitos foram aquém de suas expectativas: além de não diminuir o diâmetro, precipitou-lhe uma irritação insuportável, entre a ardência e a coceira, obrigando-o a abandonar o coquetel muito antes das onze horas da noite. Foi conduzido a um táxi pela própria Midore Takanoku, uma criatura adorável, caminhando com muita dificuldade. Confessou-nos, no dia seguinte, pelo telefone, que sua vontade, no momento mais crítico, era arrastar-se pelo chão como um cachorrinho repleto de vermes. Bom champagne. Ar condicionado impecável. Muitas sacolas adejando na direção de seus automóveis. Um sucesso.

Observação:

Mas não houve um de quarta a sábado, com direito a descanso no domingo. O avião em que estavam depositados, tendo como destino Paris, sofreu  um sabe Deus o quê, desaparecendo pelo meio do Atlântico. Todos estava presentes, exceto o narrador que não tinha euros para que pudesse acompanhar a entourage. Até o presente momento, só destroços foram encontrados boiando. Mas as notas do suposto falecimento de muitos foram discretas, embora provenientes de várias fontes, enchendo o necrológico dos jornais durante alguns dias. Logo todos foram esquecidos pela mídia. Um sucesso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s